Última despedida.

Você pode ler ao som de tal canção; tumblr_n9w11bKUX51ruze1fo1_1280

Sobre uma espera longa de um final clichê que não chegou. Tudo seria menos complicado se estivéssemos juntos. Você sabe como temos que estar dispostos a conhecer novas pessoas e como com o tempo tal ciclo vai se tornando cansativo. Na minha opinião não seria cansativo pra você e nem pra mim. E olha, vem sido um pouco sim, afinal você sempre soube que as coisas foram mais difíceis pra mim nessa área. Imaginei e esperei o nosso clichê acontecer por muito tempo. Até que um dia desencanei e resolvi ir atrás de uma vida amorosa decente que não acontecia somente na minha cabeça. Mas, claro, com um pedacinho em mim reservado pra você, esperando pacientemente o nosso clichê finalmente acontecer. O clichê estava na série que eu acompanhava, estava no livro que eu acabara de ler. E essa certeza só fortaleceu em mim quando te contei que o tal carinha da vez tinha ficado com uma outra bem minha frente naquela festa. Mais um clichê, mas não era um clichê inventado de alguma comedia romântica, era um clichê real, espontâneo, sem disfarces. E eu o percebi lá, mas nada falei.

Você citou: “Me diz o que é sufoco que eu te mostro alguém afim de te acompanhar”. E eu pensei: “Tanto clichê, deve não ser”. E não foi. Não fomos. Você pode não acreditar, mas meu coração ficou mais pesado com a nossa não-história do que com o último caso mal-terminado-afundado (que eu nem cheguei a te contar). Ficou mais pesado ainda quando você disse que me conhecia “pouco” e gostaria de ter me conhecido mais. Parece que nossos relógios e calendário andaram errados. E a certeza sobre você ser o cara que realmente me conhecia em meio aos outros, foi quebrada. E tanto clichê realmente não foi, mas sigo esperando alguém que saiba dar valor a um “pouco” sincero do que em meio a tantos “muitos” que são somente da boca pra fora, que no alto de toda sua “maturidade” você não ainda não conseguiu entender que tal coisa é raridade. Mas como aconselha sabiamente a mesma canção:  Que tenhamos fé e vejamos CORAGEM no amor. (Isadora Tonceda)  

   

Anúncios

A ideia é tentar nos acharmos

palo-alto-poster05

SOBRE como a correria do mundo tira nossa sensibilidade, e como não devemos deixar isso acontecer, pois acabamos virando todos um só, sem o doce sabor da individualidade  e como é bom ser diferente nesse mundo onde todo mundo é tão parecido com todo mundo. Confesso que já fui mais sensível, e não to falando sobre relacionamentos, o que é estranho pois é o assunto que mais entrei de cabeça nesse ano. Mas não vamos desfocar o assunto. Sensibilidade. Sim. Individualidade também. E como crescer, ser gente grande nesse mundo moderno onde tem estudo, trabalho, festas, relacionamentos, acabam nos aproximando do mundo e nos afastando de nós mesmo, sem nem mesmo percebemos. Algo que aconteceu comigo, e com você também deve, sem nem mesmo perceber, repito. Ânsia pelo mundo, pelas pessoas, sempre foi um desejo e tanto meu, coisa de filha única. Me afogava no meu mundo particular, julgando as vezes ser ate tristeza, mas não, era uma alegria diferente, uma alegria sem alvoroço. Uma alegria pra dentro. Manter a individualidade num mundo que anseia compartilhamento, ta ai um desafio. Mas faço uma promessa nessa madrugada de terça feira, prometo voltar pra mim, pro meu mundinho particular, e fazer essa balança entre o mundo la fora e o meu mundo se equilibrar.

1468642_568495499908738_408014080_n

 

 

Eu não quero desenvolver uma conduta para o amor com regras de etiqueta.

Você pode ler ao som de Teus Olhos

0a4

Deixa essa insegurança menina, porque a sociedade, as páginas em redes sociais, suas amigas, suas experiências anteriores ti dizem que é preciso ver o lado negativo das coisas, das pessoas, dos encontros, dos primeiros encontros, porque hipoteticamente você esta evitando expectativas, ou seria se privando de boas sensações… Você sabe que nunca gostou de ver o lado negativo das coisas, nem das pessoas, muito menos de momentos. Não depois daquele período difícil da sua vida em que cultivava tristeza e praticamente gritava por dentro por bons pensamentos. E olha você ai se privando deles… Esqueça as regras de como desapegar, de como não criar expectativas, é tudo truque… puro marketing, balela, como teria dito minha vó. Pare de pensar no que vai dar errado, no que pode dar errado, sobre o que vão pensar, sobre o que ele irá pensar, sobre como vai ser, sobre o que vão falar… menina ele vai ter a sorte do prazer da sua companhia, olhará seus olhos delineados e pensará.. ou nem pensará como eu. 

E pare de pensar sobre sua falta de sorte em primeiro, segundo, terceiros encontros, ou como o ultimo encontro que você se lembra, o tal sujeito mal ti olhava nos olhos. Ah seus olhos… impossível não se perder neles. Porque ele não se perdeu.. você se pergunta. Ele preferiu focar no ruido la de fora, no barulho de estranhos, talvez tenha lhe faltado uma dose de sensibilidade, a sensibilidade de Chico que já dizia: “… aqueles olhos de comer fotografia”. E por favor, não deixe que os últimos acontecimentos apague o brilho deles. Porque tem gente la fora aguardando pra ver esse brilho no olhar. 

1468642_568495499908738_408014080_n

 

Sobre pessoas que subestimam sua capacidade| About people who underestimate your ability

Você pode ouvir com essa música incrível

10422363_695220487223505_7093913850523535969_n

I never felt this way before. It’s insane. I said that I never will thinking this way. What way? Show how we worth it. How are we able to get somewhere. Even with our way, be funny person,or a true person, or both. Show for who? Society? And I say for you my dear friends.. for your RELATIVES, FRIENDS. People who doubt your ability! People that are close to you! I couldn’t imagine that are few  years ago. But this is reality. Welcome to world. People when you don’t underestimate. THey underestimate for you. This composition can be about be under pressuare, study, or this crazy week in college. But there is something that I realize this week. Even when we not wanting to prove something to someone, we’ll always have to prove something to someone, until for ourselves. We have to swallow our tears and show for this people, this close faking person. Show that we can get find our place in the sun. Even with all these challengs against to you!!! 

DSC08530

Eu nunca me senti desse jeito antes. É insano. Eu disse que eu nunca pensaria desse jeito. Que jeito? Mostrar como valemos a pena. Como somos capazes de chegar a algum lugar. Mesmo com nosso jeito, sendo engraçado ou uma pessoa verdadeira, ou os dois. Mostrar pra quem? Sociedade? E eu digo pra vocês meus queridos amigos.. para os seus PARENTES, AMIGOS. Pessoas que duvidam da sua capacidade! Pessoas que são próximas a você! Eu não poderia imaginar isso há uns anos atrás. Mas essa é a realidade. Bem vindo ao mundo. Pessoas quando você não se subestima, eles ti subestimam por você. Esse texto pode ser sobre pressão, estudos, ou essa semana maluca na faculdade. Mas há algo que eu percebi essa semana. Mesmo quando não queremos provar algo para alguém, nós sempre teremos que provar algo para alguém. Nós temos que engolir nossas lágrimas e mostrar para essas pessoas, essas próximas falsas pessoas. Mostrar que nós vamos achar nosso lugar ao sol. Mesmo com todos esses desafios contra você. (Texto por mim baseado na realidade atual)

 

 

(Perdoem os erros da tradução em inglês feita por mim, ainda to me acostumando em pensar e escrever em inglês)

1468642_568495499908738_408014080_n

O porquê do sumiço..

To aqui me perguntando se ainda sei fazer um post digno pra pôr aqui no blog, e que devo demorar uns 10 anos pra escrever e contar tudo que eu quero. ENTAO, Isadora minha cara, vamos tentar ser breve.

1966858_619487018130186_636939833_n

Esse ano tem sido bem agitado e muitas descobertas pra mim, digo que poderia até fazer um livro só pelas aventuras, descobertas, gente nova, só até a metade desse ano. E apesar dos pesares digo isso com um vontadezinha boa. Sempre quando ouvia ou lia em algum blog, alguém dizendo que foi o ano da mudança ficava me perguntando quando seria minha vez, e esperava impaciente até que aprendi a esperar pacientemente. Não, não me mudei, não fui morar sozinha, não casei, não fiz uma viagem internacional importante, não nada isso. Mas houve a mudança, aquela não geograficamente, mas aquela que quando você percebe que algo aconteceu. Acho que são as historias novas, o que fazemos, o que pensamos e só depois percebemos. Começa pelo quarto, estudos, relacionamentos (esse assunto daria um livrinho de coisas pra contar), estudos, conversas e quando você percebe alguma coisa mudou, mas de um jeito bom, como se realmente fizesse parte e o centro dessa mudança. (Isadora Tonceda)

De um jeito totalmente informal e descontraído posso dizer que ainda não sei como serão as coisas por aqui.. se postarei só textos, tudo que eu ache um pouco interessante, ainda to meio perdida. Mas me senti na obrigação de fazer um post como esse. Não só pra quem gosta de passar por aqui, mas por esse cantinho que tenho tanto carinho <3. Fico aqui me perguntando se voces querem saber um pouquinho sobre o que tem acontecido, e fazer um resuminho em fotos, como vejo na maioria dos blogs, ou se seria muita pretensão minha pensar isso. Bom, vou ficar com a primeira opção. 

1493131_631988170213404_5150645596008378270_n

Faculdade (Letras|ingles) Um dos responsáveis por essas mudanças e falta de tempo desse ano.

 

 

75935_676979142380973_5509133347858102725_n

1743584_622310277847860_1312992322_n

 

10156115_630464427032445_4135869939198955479_n

10169407_635838016495086_7162675471065176550_n

Meus TRÊS presentes desse ano. O Chamytto (gatinho amarelo, acho que vocês já conhecem). Além dele, chegaram JULIETTE (claro que é por causa do livro Juliete Nunca mais do Gabito Nunes, que já falei varias vezes no blog. Um belo dia eu e meus pais fomos fazer nossa corrida matinal, quando vimops aquela coisinha perdida em cima da passarela, perdida. Dai trouxemos pra casa faz alguns meses, e ta desse tamanhão <3. E a gatinha, misminha, veio por conta propria, chegando, chegando e chegou “<3

 Viola <310513402_682690831809804_1875697129676836720_nEsse ano eu queria me dedicar a varias atividades, mas acabei focando no violão que é um desejo de anos. To amando, mas confesso que minha mãe tá mais animada que eu haahah. Inclusive tenho aulas com o pai da nossa colunista Raquel ❤

 10487256_688024904609730_3093460508684639188_n

E quero agradecer as visualizações e curtidas + de 1000!!! Que mesmo na nossa ausência não nos abandonaram. Muito bacana mesmo! ❤

Ainda não sei como serão os posts a partir de agora, ainda to meio perdida gente. O objetivo são posts com sentindo, e não só mais um falando sobre a mesma coisa que outros tantos falaram: A Novidade do dia, fofoca bombastica, a whislist caríssima, noticia do famoso. O importante é o conteúdo, claro que não vamos deixar de postar sobre moda e afins.  Mas continuarei com os textos, e com um pouquinho do que anda fazendo e o meu gostinho musical. É isso ai. ATÉ ❤