Não vai embora não, meu bem.


1470090_613518385374426_1635891107_n

Você pode ler ao som de Adore you

Ok, agora você pode ir embora, já cheguei naquele meu terrível e já conhecido estado de negação. Ainda bem , tava esperando  por ele. Já tava achando estranho esse meu estado nas ultimas duas semanas. Aquela vontade de conseguir ouvir todas as canções e ler todos os textos românticos que eu pudesse, porque a sensação de ler e sentir alguma coisa era boa demais. Valia ate as noites de sono perdidas, sim, e ninguém sabe disso. É que da vergonha ate pra gente mesmo admitir que ta meio que gostando de alguém… meio que gostando de você. Quando eu tava nesse estado eu ate fiquei com medo de escrever sobre você. É que eu tenho uma superstição boba, parece que sempre escrevo sobre alguém especial, fica tão bonito no papel, mas na vida real acaba que nada acontece. Ai me da uma vontade de amassar e rasgar aquele papel e voltar atras. Foi bonito quando a gente se conheceu, foi mágico, mas eu não escrevi e nem contei a ninguém sobre isso. Acho que ninguém iria entender. E nem quero compartilhar com ninguém esse nosso momento.  Uma vez eu li em algum lugar que tem coisas que ficam melhores somente em nossa memoria. Mas eu tenho que dizer que eu adorei aquele gostei de você, que você me deu ao pé do ouvido no final daquela  noite em que a gente se conheceu. Me deu vontade de colocar seu rosto entre minhas mãos, e passar os dedos na sua boca, como se fosse uma maneira de gravar aquele momento, aquelas palavras. E você ainda me chamou de meu bem. Meus olhos nunca brilharam tanto com apenas duas palavrinhas.

482435_563631597042869_1014532015_n

E eu achei que nunca falaria com você de novo, porque parecia irreal, apenas pra dizer que eu já tive uma paixão avassaladora de uma noite, bem coisa de filme sabe. Mas você ficou, e eu tenho medo. Medo que aquele encanto acabe e da gente se arrepender por ter continuado se falando. Medo de que com o tempo você acabe me vendo como mais uma garota na sua listinha de contatos. Medo porque antes de ti conhecer eu tava com alguém, mas eu reclamava por não sentir nada, e eu nem escrevi nada sobre ele. E olha eu aqui, escrevendo sobre você. E eu to confusa. É que agora eu reclamo comigo mesma por estar sentindo. E eu não sei o que é pior. É que agora eu que queria dizer ao pé do seu ouvido: Não vai embora não, meu bem.  Isadora Tonceda 

isadora

4 pensamentos sobre “Não vai embora não, meu bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s